Depilação a laser

A depilação a laser pode ser feita por qualquer pessoa que se incomode com seus pelos ou com os outros métodos de depilação, com a cera e a lâmina, podem ver no laser uma oportunidade de acabar com os pelos e o sofrimento. 

Há indicações especiais para casos de pseudofoliculite (pelos encravados) tanto em virilha, que acaba manchando a região, quanto rosto, pernas ou qualquer outra região do corpo. 

Os pelos do corpo humano possuem um ciclo de crescimento organizado em três fases. Assim como a característica do pelo varia conforme a área do corpo, a duração de cada fase também. Isso quer dizer que nossos pelos não ficam crescendo continuamente, existe uma alternância de fases de crescimento e repouso. Cada ser humano possui um ciclo de pelo que varia conforme a sua idade, o seu metabolismo e o seu gênero.

Mas independente destas variações, as fases do ciclo de crescimento do pelo são as mesmas:

ANÁGENA:Os fios estão num período de crescimento ativo e são muito sensíveis a alterações nutricionais e químicas.

CATÁGENA:O crescimento para a parte mais profunda do folículo piloso torna-se mais curta, ficando mais próxima da superfície da pele.

TELÓGENA: Ao final desta fase, os fios caem, mas, antes disso ocorrer, um novo pelo na fase anágena usualmente começa a crescer.

Em função disso a depilação a laser proporciona a eliminação de um considerável número de folículos de pelos, mas existem outros folículos de pelos que estão em repouso (no momento que o procedimento é executado) e que não são eliminados com a aplicação do laser e, por tanto não desaparecem.

O número de sessões recomendado para a eliminação da maior parte dos pelos é de 6 (seis) a 8 (oito) sessões. As sessões devem ser realizadas em média a cada 30 a 45 dias, ou seja, a cada novo ciclo do pelo. podendo ser recomendado até um número maior, dependendo da particularidade do caso.

Os efeitos são vistos desde as primeiras sessões, pois a cada sessão o paciente pode observar uma área de falha de crescimento dos pelos. As áreas que melhor respondem ao tratamento são virilha, axila, barba e perna. O buço, por ter pelos muito finos, e o dorso masculino, por ter espessura maior da pele, são as áreas em que os resultados se perdem mais facilmente. O pelo fino atrai pouco a energia do laser e a espessura da pele dificulta a chegada da energia ao pelo. 

Pessoas na faixa etária entre 18 e 35 anos que tenham hirsutismo (o hirsutismo ou frazonismo é definido como o crescimento excessivo de pelos terminais na mulher, em áreas anatômicas características nos homens) podem apresentar mais resistência ao tratamento de depilação a laser no rosto. Esta disfunção faz com que o pelo cresça numa velocidade maior do que as sessões com laser podem eliminar. Sendo assim,  o número de sessões necessárias para a eliminação dos pelos desta região é maior do que para outras regiões do corpo.

Existem células chamadas stem cells (ou células totipotenciais) que podem produzir um novo pelo. Estas células não morrem durante a depilação a laser pois não possuem melanina, a substância responsável pela captação da energia. Algumas alterações hormonais - causadas pela gravidez, o início da menstruação e o uso de medicações - podem estimular essas células a originar novos pelos.

INSTRUÇÕES IMPORTANTES ANTES E APÓS O TRATAMENTO DE DEPILAÇÃO A LASER

ANTES DA DEPILAÇÃO

  • Em caso de exposição solar ou a raios UVA, avise a operadora antes de cada sessão para que os parâmetros de tratamento sejam ajustados;
  • Não depilar as áreas tratadas com cera de depilação ou pinças no período de um mês (trinta dias) antecedentes ao tratamento. Se desejar, utilize outros métodos de depilação (lâminas de barbear, por exemplo), que não retirem o pelo pela raiz:
  • Não aplique produtos de autobronzeamento no período de uma semana antecedente;
  • Não descolorir a área do tratamento no período de quinze dias de antecedência, e após a sessão ;
  • Não utilize maquiagem no dia do tratamento na região a ser tratada;
  • Não utilize cosméticos que tenham Ácido Glicólico nem Ácido Retinóico no período de três dias antes do tratamento;
  • Se sua pele possui cloasma ou tendência a hiperpigmentação, aplique um despigmentante pelo período de duas semanas antecedentes ao tratamento;
  • Caso você apresente herpes labial frequentemente (mais de uma vez ao mês) informe à profissional para que seja iniciado um tratamento de prevenção antes do procedimento a laser;
  • O tratamento é contraindicado para pessoas que tenham se submetido ao uso oral de Roacutan, Tigasona, Neotigasona ou qualquer tratamento com Isotretinoína nos últimos seis meses, bem como em pessoas que nos últimos seis meses tenham submetido o local a ser depilado a algum tratamento a laser com CO², Érbio Yag ou dermoabrasão;
  • Antes do procedimento, a região a ser tratada deverá estar limpa e sem pelos. Passar lâmina, exceto na região facial (mulheres) que será depilada pelo profissional no dia do procedimento.

DEPOIS DA DEPILAÇÃO

  • É normal o aparecimento de uma leve vermelhidão ou inflamação na região tratada pelo prazo máximo de 72 horas. Isso é um sinal de que o tratamento foi eficaz. Caso a vermelhidão persista por mais de 72 horas é necessário consultar nossa equipe;
  • Após a sessão de Depilação a Laser a pessoa pode retomar todas as atividades cotidianas normalmente, incluindo exercícios físicos e banho de chuveiro. Pode-se lavar a região tratada, porém com cuidado e delicadeza para não acentuar a vermelhidão natural que ocorre pelo tratamento;
  • Alguns pacientes de pele negra ou bronzeada podem apresentar pequenas erupções, mas que desaparecem rapidamente. Mudanças de cor na pele pode ocorrer raramente. Caso ocorra, deve-se normalizar em duas semanas;
  • Passados alguns dias, o pelo tratado sairá facilmente de seus folículos. Isto pode ser interpretado erroneamente, achando que o tratamento não foi eficaz devido ao crescimento do pelo. Ao contrário, não é preciso se preocupar, sendo que o tratamento foi eficaz com segurança. Este crescimento ocorre porque o resto do pelo tratado pelo laser precisa ser eliminado e a única via de saída deste é pelo próprio folículo, mas logo o pelo irá cair definitivamente. Pode-se acelerar a queda dos pelos passando suavemente uma toalha úmida. A hidratação local também favorece a queda do pelo tratado.
  • Pode-se aplicar na região tratada gel de Aloe Vera ou cremes hidratantes.
  • Em caso de exposição ao Sol utilize protetor com fator de proteção solar (FPS) de, no mínimo, 30.

Comunique ao profissional qualquer medicamento que esteja em uso ou qualquer efeito secundário nas regiões tratadas pelo laser. Não hesite em nos informar.