Osteopatia

Encontre a origem da lesão, trate-o e deixe que o corpo atue.

"... É um sistema de cuidados com a saúde que reconhece que a auto-cura, a habilidade de auto regular o corpo, depende de determinado número de fatores: condições favoráveis de meio ambiente, nutrição adequada e integridade estrutural normal do corpo.
Utiliza-se de meios de diagnósticos aceitos e também meios de diagnósticos específicos desenvolvidos para facilitar uma avaliação estrutural precisa. Dá ênfase especial à importância da mecânica do corpo e utiliza técnicas manuais para detectar e corrigir as estruturas imperfeitas." - Leon Chaitow

A Osteopatia, procura por falta de mobilidade nas articulações, e devolve estes movimentos ao corpo do paciente, restaurando assim a saúde do indivíduo, recuperando a homeostasia.

Tendo seus princípios baseados em conhecimentos profundos de anatomia, fisiologia e biomecânica humana e fundamentados na prática clínica e pesquisa científica a Osteopatia constitui-se num método de diagnóstico e tratamento altamente eficaz.

O tratamento é semanal, minimizando tempo na clinica, com vários recursos terapêuticos para se adaptar com as diferentes patologias, por não utiliza medicamentos ou aparelhos, não tem contra-indicações, a Osteopatia pode ajudar desde crianças a idosos a manter ou buscar a saúde plena, sendo também muito eficaz para os desportistas em geral. Esta especialidade apresenta resultados satisfatórios em vários tipos de dores, e tantas outras queixas, onde muitos nem imaginam onde estas técnicas possam chegar.
Principais Indicações:

  • Dores na coluna (lombalgia, cervicalgia, dorsalgia, ciática, espasmos musculares);
  • Hérnia de disco;
  • Protusões e abaulamento discais;
  • Torcicolos;
  • Escoliose;
  • Transtornos da esfera crânio-cervical (cefaléias, enxaquecas, vertigens, tonturas, labirintite, zumbidos);
  • Rinite;
  • Sinusite;
  • Nevralgias do nervo trigêmeo;
  • Bursites e Tendinites;
  • Artrose, artrite;
  • Fibromialgia;
  • LER / DORT;
  • Lesões desportivas (entorses, subluxações, sobrecarga muscular);
  • Problemas digestivos (hérnia de hiato, Refluxo gastroesofagico (azia), Colites);
  • Pubalgia;
  • Dores crônicas;
  • Síndrome pré-menstrual (cólicas);
  • Distúrbios do sono;
  • Problemas relacionados a estresse e tensão;
  • Dificuldades de coordenação motora;
  • Disfunções em recém-nascidos e crianças;
  • Disfunções causadas por traumatismos cranianos e medulares;
  • Fadiga crônica;
  • Disfunções da articulação temporomandibular (ATM);
  • Disfunções do Sistema Nervoso Central;
  • Estresse pós-traumático;
  • Dificuldades emocionais; e várias outras doenças.

É bom receber um tratamento osteopático após um período difícil durante o qual fomos mal tratados tanto física como moralmente. É nesses períodos que o nosso corpo acumula tensões. Libertar essas tensões permite uma recuperação rápida em todos os planos.
A seguir são enumerados alguns exemplos de situações nas quais um osteopata é uma ajuda eficaz:

  • Durante a gravidez e depois do parto, ainda que tenha decorrido sem problemas;
  • Depois do nascimento e durante a infância, no decorrer de mudanças importantes na vida da criança ou quando manifesta, através do comportamento, dificuldades de adaptação não habituais;
  • Depois de um importante traumatismo, ainda que não tenha nenhuma ferida aparente (quedas, acidentes de carro, etc.)
  • Depois de uma intervenção cirúrgica ou médica traumatizante (tratamentos dentários, extrações difíceis, etc.)
  • Antes da colocação de um aparelho ortodôntico, durante todo o tratamento e depois da retirada do aparelho; Durante ou depois de um período particularmente estressante ou de esgotamento físico e/ou intelectual ou de um período emocional difícil;
  • Depois de qualquer doença aguda em que tenha sido necessário uso prolongado de medicamentos;
  • De forma geral, as pessoas apresentam importantes desequilíbrios do organismo nos planos locomotor, hepático e digestivo. Por exemplo, os antibióticos, algumas vezes indispensáveis, alteram o sistema digestivo e o fígado.


VIVA SEM DOR